Documento sem título
  Nova vacina da China aumenta proteção contra coronavírus -  22/05/2020 - Ver_Completa...

 

  Qualicorp apresenta grandes novidades para o Corretor -  21/05/2020 - Ver_Completa...

 

  Raio-x da pandemia nos planos de saúde mostra: hospitais estão mais vazios -  20/05/2020 - Ver_Completa...

 

  Qualicorp doa álcool em gel para comunidades em São Paulo e no Rio de Janeiro -  14/05/2020 - Ver_Completa...

 

  AFFIX ATENDE OS CLIENTES NO AMBIENTE DIGITAL NA QUARENTENA -  13/05/2020 - Ver_Completa...

 

  Total de beneficiários de planos de saúde alcança maior número do ano -  08/05/2020 - Ver_Completa...

 

  Maior operadora de saúde do país, Hapvida vê êxito da hidroxicloroquina na fase inicial da Covid -  06/05/2020 - Ver_Completa...

 

  Adesão a planos de saúde cresce em março -  06/05/2020 - Ver_Completa...

 

  UNIMED MOSTRA SUA FORÇA AO SER A ÚNICA EMPRESA DE SAÚDE A ESTAR ENTRE OS DESTAQUES -  05/05/2020 - Ver_Completa...

 

  Veja o que muda nos planos de saúde durante a pandemia de coronavírus -  27/04/2020 - Ver_Completa...

 

 

ESTRUTURA DE VENDAS PARCEIRAS

 

 

 









 

ANÚNCIOS PATROCINADOS
 
166749



 
 
 
Untitled Document

Notícia Completa



Total de beneficiários de planos de saúde alcança maior número do ano


Levantamento do IESS mostra boa performance no período de 12 meses, mas reforça a preocupação com o futuro do setor

Em março, pela primeira vez no ano, os planos de saúde médico-hospitalares voltaram a superar a marca de 47 milhões de beneficiários em todo o País. De acordo com a Nota de Acompanhamento de Beneficiários (NAB), do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), o saldo de mais de 233 mil vínculos no período entre março de 2019 e o mesmo mês deste ano fez com o que setor voltasse a ultrapassar o número, algo não registrado desde dezembro. O que representa um ligeiro aumento de 0,5% no acumulado do ano.

José Cechin, superintendente executivo do IESS, comemora a marca, mas reforça, que o comportamento para o restante do ano ainda é difícil de ser estimado. “Claro que é uma marca relevante e ficamos felizes em saber que mais brasileiros têm alcançado o sonho de contar com plano de saúde. No entanto, devemos ter cautela com o futuro em função do impacto do novo Coronavírus na economia nacional e na oferta de empregos, que influencia diretamente na posse de um plano privado”, comenta. “Vale lembrar que a quarentena e as ações para minimizar o impacto da COVID-19 começaram em meados de março e os resultados serão registrados nas próximas análises”, alerta.

A análise mostra que alguns indicadores econômicos já mostram que março foi um mês com os primeiros impactos econômicos da pandemia. A Pesquisa Mensal Industrial, divulgada em maio, apontou que a atividade industrial retraiu 9,1% frente a fevereiro de 2020, sendo a maior queda desde 2018.

A boa performance ocorreu em diferentes segmentos. No período de 12 meses encerrado em março deste ano, houve incremento de beneficiários em todas as faixas etárias analisadas na publicação. O aumento continua sendo puxado pela faixa de 59 anos ou mais, que registrou crescimento de 1,8%. Entretanto, as faixas de 0 a 18 anos e de 19 a 58 anos também tiveram ligeira melhora de 0,2% e 0,3%, respectivamente.

Além disso, nenhuma das regiões do País registrou queda no número de beneficiários de planos médico-hospitalares. Com exceção da região Sul, que permaneceu estável, todas as demais tiveram avanço. O destaque fica para o Centro-Oeste, com 1,8% de aumento, o que representa um total de 57,5 mil novos vínculos. Em números absolutos, a região Sudeste teve a melhor performance, com 141,6 mil beneficiários, crescimento de 0,5%. A região Norte ganhou 10,2 mil novos contratos, ou 0,6%, e o Nordeste registrou um leve crescimento de 0,3%, que corresponde a 19,7 mil novos vínculos.

Segundo a publicação do IESS, o mês de março teve o melhor resultado nos últimos 12 meses, com saldo positivo de mais de 111 mil novas vidas. A boa performance se justifica pela queda no rompimento de contratos com planos de saúde no mês de março, de mais de 100 mil beneficiários em relação aos 4 meses anteriores.

“Continuaremos atentos às mudanças no cenário brasileiro buscando auxiliar na tomada de decisão. Para superar esse delicado momento, precisaremos de um empenho conjunto da sociedade e dos setores público e privado”, conclui José Cechin.

FONTE: ACOPLAN


08/05/2020

 
 
Ir para o Facebook